sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Cansei

Um dia você vai procurar no infinito e verás apenas uma estrela dizendo que fui embora.
Pedirás a ela que lhe mostre o caminho, mas será inútil, pois apagarei minhas pegadas com a minha dor, mas não quero esquecê-lo para que eu lembre que esse amor terá que morrer no passado.
Um dia a saudade ferirá seu peito, não que ainda tenha sido importante para você, mas porque fui útil na sua vida.
E quando precisar de alguém nos momentos decisivos de sua vida, encontrarás apenas o vazio.
Certamente lembrarás de mim, e seus olhos impressivos chorarás lágrimas de sangue.
Um dia buscará minha poesia no pôr-do-sol e no despertar da lua, mas encontrarás apenas o silêncio e perguntarás: onde estás?
E respostas não terás, porque até mesmo a natureza se negará a dizer.
Um dia, quando os seus sonhos forem derrubados pela incompreensão, sentirás no peito a flecha do arrependimento por não ter amado quem muito te amou.
A verdade é que um dia sentirás minha falta, mas será inútil chorar, pois suas lágrimas não me trará de volta, porém, farei delas um rio e navegarei para longe do porto onde estiveres.
Deixarei apenas a saudade para que ela te acompanhe onde andares.
E ela lhe mostrará o quanto minha presença lhe faz falta.

Viver e Perder

Engraçado como as coisa mexem com a gente, em qualquer momento a gente acaba aprendendo alguma coisas...todas os acontecmentos que nos cercar contribuem para o nosso crescimento....E eu posso dizer grande parte do meu crescimento psicológico, emocional e espiritual está diretamente ligada ao meu trabalho com pessoas que perderam tudo por um escolha errada em um determinado momento de sua vida.
É muito difícil perder as possiblidades, perder momentos e pessoas que significam muito pra gente.
Poder compartilhar com dependentes quimicos os desafios que eles enfrentaram, as lições que ele aprenderam e poder acompanhar o momento de norteamento que eles iniciam me fez perceber que as nossas maiores dores são as responsáveis por nossas maiores lições. A gente passa por tantas coisas durante a vida, a morte de um ente querido, a rejeição de um pai, a ausencia de uma mãe, o aduso de um tio, o fora do namorado....a morte de um filho....e tudo isso nos faz encontrar as fraquezas que existem em nós mesmos.
E em algum momento fugir dessas coisas, fazer de conta que elas não existiram é uma forma de continuar vivendo sem sentir dor......E ai nos falta coragem pra enfrentar o que dói e poder seguir a vida. Com todas as coisas ruins que nos acontecem muitas vezesnão somos capazes encarar a vida como uma realização, muito menos as percas durante ela.
Viver é um realização....perder tbm o é....Nós só perdemos aquilo que já possuimos...a na maioria das vezes a gente só possui o que nos é importante...perder é ruim? É!! Faz doer? Faz.!! Mas as vezes é necessario que algumas coisas nos deixe, para que possamos recebernovas coisas!!!



Quem sou eu?

A gente passa avida inteira tentando determinar quem somos, do que gostamos....
A gente passa um bom tmepo tentando se entender e entender o outro...Mas isso é tão difícil...porque a gente muda....a gente gosta e também desgosta de coisas e pessoas...tudo é dependente de como estavamos em determinado momento/ocasião.
E aí fica muiiiiiiiiiiito mais difícil é se descrever, fazer com que palavras definam quem você é, ou deixa de ser. Não acredito que eu seja ninguém de tão grande importância. Presumo que eu seja como qualquer uma, com certos defeitos, porém acompanhada de qualidades. Posso ser constante, inconstante, ou até mesmo os dois ao mesmo tempo.
Tudo que me define é a minha essência, está no meu sangue.
não posso esperar que todas as pessoas entendam meus conceitos.
porém, toda essa coisa de tapinha nas costas e elogios de plástico
e conveniência não me convencem mesmo.